Registe-se grátis
Nome País
Apelidos Código Postal
E-mail Profissão
Palavra-chave
Repetir palavra-chave
Especialidade
   
Enviar dados significa que está de acordo com a Política de Privacidade de SIMPOSIUM/UBM Medica Portugal e que foi devidamente informado.
Reenviar a palavra-passe!
  • Introduza o endereço de e-mail com que se registou em Simposium.pt, e enviaremos de imediato uma nova palavra-passe.
   
    
    


RINIALER


Comp. 10 mg

  1. Dados Gerais
  2. Monografia
  3. Interacções
  4. Equivalências Internacionais
  5. Representante



<div class="monohtml"> <div class="WordSection1"> <p class="producto">RINIALER<sup>®</sup></p> <p class="Galnica">10 mg Comprimidos</p> <p class="Apartado2"><a id="apartado_1">COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA</a></p> <p class="MsoNormal">Cada comprimido contém: 10&nbsp;mg de rupatadina (sob a forma de fumarato).</p> <p class="Apartado2"><a id="apartado_2">INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS</a></p> <p class="MsoNormal">Tratamento dos sintomas de rinite alérgica e urticária em adultos e adolescentes (com mais de 12 anos de idade).</p> <p class="Apartado2"><a id="apartado_3">POSOLOGIA E MODO DE ADMINISTRAÇÃO</a></p> <p class="MsoNormal"><b><i>Adultos e adolescentes (mais de 12 anos de idade):</i></b> A dose recomendada é de 10&nbsp;mg (1 comprimido) uma vez por dia, administrada com ou sem alimentos. </p> <p class="MsoNormal"><b><i>Idosos:</i></b> Rupatadina deve ser usada com precaução nos doentes idosos. </p> <p class="MsoNormal"><b><i>Doentes pediátricos:</i></b> Rupatadina 10&nbsp;mg comprimidos não é recomendado em crianças com idade inferior a 12 anos devido à ausência de dados de segurança e eficácia. </p> <p class="MsoNormal"><b><i>Doentes com insuficiência renal ou hepática: </i></b>Uma vez que não há experiência clínica em doentes com insuficiência hepática ou renal, não se recomenda presentemente a utilização de Rupatadina 10&nbsp;mg comprimidos nestes doentes. </p> <p class="Apartado2"><a id="apartado_4">CONTRA-INDICAÇÕES</a></p> <p class="MsoNormal">Hipersensibilidade à rupatadina ou a qualquer dos excipientes. </p> <p class="Apartado2"><a id="apartado_5">EFEITOS INDESEJÁVEIS</a></p> <p class="MsoNormal">As reacções adversas mais frequentes nos ensaios clínicos controlados foram sonolência (9,5%), cefaleia (6,9%) e fadiga (3,2%). A maioria das reacções adversas observadas nos ensaios clínicos foram ligeiras a moderadas em gravidade e normalmente não conduziram à interrupção da terapia. As reacções adversas listadas por frequência <i>(muito frequentes: </i><i>&#8805;1/10, frequentes: </i><i>&#8805;1/100 a &lt;1/10, pouco frequentes: </i><i>&#8805;1/1,000 a &lt;1/100, raros: </i><i>&#8805;1/10,000 a &lt;1/1,000, muito raros: &lt;1/10,000)</i> foram as seguintes: </p> <p class="MsoNormal"><b><i>Frequentes: </i></b>sonolência, cefaleia, tonturas, xerostomia, fadiga, astenia; </p> <p class="MsoNormal"><b><i>Pouco frequentes:</i></b> aumento da creatina fosfoquinase no sangue, aumento da alanina aminotransferase, aumento da aspartato aminotransferase, teste da função hepática anormal, aumento de peso, perturbação da atenção, epistaxe, secura nasal, faringite, tosse, garganta seca, dor faringolaringeal, rinite, náusea, dor abdominal superior, diarreia, dispepsia, vómitos, dor abdominal, obstipação, exantema, dor lombar, artralgia, mialgia, aumento do apetite, sede, indisposição, pirexia, irritabilidade.</p> <p class="Apartado2"><a id="apartado_6">APRESENTAÇÃO E PREÇOS</a></p> <p class="MsoNormal">&nbsp;</p> <p class="MSRM">Medicamento sujeito a receita médica.</p> <p class="licena">DIDSAM100302</p> <p class="Infogeneral">Para mais informações deverá contactar o Titular da AIM: Bialfar &#8211; Produtos Farmacêuticos, S.A.</p> </div> </div>



Publicidade Institucional



© UBM Medica Portugal   |  Campo Grande, 56 - 6º A | 1700-093 Lisboa  |  Tel. 21 799 07 60  |  Fax: 21 799 07 69